O que é Educação Musical Personalizada?

O aprendizado brincado é muito eficiente. Primeiro porque toda brincadeira se inicia um com uma regra, e isso gera respeito e confiança, depois porque retira a pressão do aprendizado, afinal é com senso de humor e reinvenção que lidamos com o erro na brincadeira.  A criança aprende quando está bem, feliz e se divertindo e assim desenvolve uma relação afetiva saudável com o aprender, o que resulta em motivação em aprender. Todo aprendizado eficaz é brincado. Por isso no Panderolê as crianças aprendem brincando em família, com as outras crianças e com os professores.

No Panderolê trabalhamos com crianças de 0 a 7 anos. E essa é a minha faixa etária preferida, porque ela faz a base do aprendizado para o resto da vida, seja neurologicamente, cognitivamente ou até emocionalmente. É nos primeiros sete anos de vida que toda a parte cognitiva se consolida, é quando desenvolvemos a coordenação motora, as primeiras conexões de linguagem, e é quando podemos melhor usar a música como alimento para o cérebro de maneira a potencializar o desenvolvimento neurológico. Na parte emocional é quando aprendemos os principais comportamentos afetivos que podem nos ensinar a nos relacionarmos com o mundo e com as outras pessoas de maneira segura e autônoma.  A música influencia todos esses aprendizados, e se ensinada com esses objetivos tão macro, pode ser determinante para o vir a ser de uma criança. Então o aprender musical transcende o ensino conteudista, e pode usar o conteúdo de maneira afetivamente atraente, para desenvolver habilidades que excedem os próprios conhecimentos musicais. Também acreditamos no ensino da música de maneira prática, de forma que a música é aprendida como parte de uma linguagem que envolve corpo, dança, movimento, melodia, percepção, ritmo e solfejo atreladas ao brincar, atreladas ao aprender afetivo.  É inicialmente a isso que o Panderolê se propõe.

E quanto a Educação Musical Personalizada? Eu verdadeiramente acredito que a nossa função como pais e/ou educadores é a de fomentar relações afetivas saudáveis em primeiro lugar, para criar padrões saudáveis para a vida, e depois proporcionar conhecimento personalizado: conhecimento colocado da melhor maneira para cada criança. Afinal aprendemos conteúdos iguais de maneiras diferentes. Precisamos refletir a respeito da educação personalizada, porque somos todos muito diferentes no olhar e no aprender, desde a infância. Assim, o Panderolê foi pensado dentro de um conceito chamado individualização: a capacidade de perceber diferenças, talentos e dificuldades em cada indivíduo. Isso dentro de uma turma, porque vamos viver em sociedade, e aprender em grupo é muito estimulante para uma criança, promovendo aprendizado pelo convívio, pela imitação e pela linguagem, principalmente na primeira infância.

E é por isso que o Panderolê trabalha com Educação Musical Personalizada. E esse é um conceito, dentro da Educação Musical que eu ainda não vi sendo muito difundido, mas que já se encontra em escolas alternativas por todo o mundo. A Educação Personalizada reconhece que todos temos particularidades únicas, que devem ser consideradas não como uma dificuldade pelo ensino, mas como ferramentas de suma importância. E se consideramos que a música pode ser um catalisador de desenvolvimento cognitivo, neurológico e emocional (em termos de socialização e segurança afetiva), nada mais inteligente do que considerar aptidões únicas e diferenças entre uma criança e outra, para que todos os vetores estejam alinhados, para que dentro do ensino de música, possamos aprender como seres humanos completos.

É dentro dessa linha que eu enxergo a educação, e o Panderolê, fruto da minha experiência de vida e de sala de aula, não poderia ser diferente. É por isso que mantemos turmas pequenas, para que esse olhar individualizado e único possa passar por cada criança, ajudando nas dificuldades e lapidando os talentos musicais de cada um.

Gostou? Me acompanha por aqui, e vamos refletir juntos sobre esse assunto tão lindo e importante.

Também estamos no facebook, postando conteúdos, textos e reflexões sobre educação e educação musical, curta a página e nos acompanhe!

http://www.facebook.com/musicalizacaopanderole

Nadja Lopes
cantora, musicista,
educadora musical, idealizadora e coordenadora do Panderolê – Educação Musical Personalizada